Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Meu velho companheiro
Guida Linhares

Nas notas desta melodia,
me deixo envolver em bemóis,
sustenidos e pausas!

Voo longe num tempo,
em que a um velho piano acariciava.
Das teclas soavam as cordas,
do coração fluia o ritmo,
nas batidas o compasso,
na esquerda o acompanhamento,
na direita a composição.

E eram tantas horas,
de uma sublime paixão,
como um levitar de pura emoção.

Mas um dia partiste das minhas horas.
Eu mesma te dei de presente,
e num caminhão cruzaste a estrada,
pois nas minhas mãos,
um teclado eletrônico
já havia tomado teu lugar.

Insanidade a minha,
presa de um modismo da época,
mas ao mesmo tempo...

quem o recebeu feliz como criança,
abraçou-me comovida
e juntas revivemos
nosso tempo de criança,
brincando de tocar!

Sim isso..nunca aprendemos,
sempre fizemos isso de ouvido,
por escutar as aulas que nossa mãe ministrava.

O piano está na Cidade das Andorinhas
e quanto sinto saudades dupla, pego a estrada
e busco o fiel amigo da minha infância e juventude
que me levava pelas mãos,
a penetrar o mágico mundo da música,
na companhia dos deuses!

Ah! meu velho companheiro, quanta falta me fazes.
És insubstituível!

Santos/SP/Brasil
03/10/07

<><><>
Guida Linhares
Enviado por Guida Linhares em 04/10/2007
Reeditado em 27/10/2017
Código do texto: T680111
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Guida Linhares www.guidalinhares.net). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Guida Linhares
Santos - São Paulo - Brasil, 71 anos
1991 textos (163944 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/01/18 00:47)
Guida Linhares

Site do Escritor