Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ENXERGANDO COISAS

Hoje caminhava pela estrada
Leito de terra e por pastos ladeada
Estava caminhando sozinho
Sentei-me a beira do caminho
Olhando o céu eu divagava
Meus pensamentos giravam
De repente, vi uma vaca voando
E em elefante transformando
Depois lá no alto surge um jacaré
Continuo vendo coisas, sabe como é
Um homem, um anjo uma mulher
Você pode não acreditar, surgiu um navio
Eu pensando comigo será que alguém mais viu?
Eu continuava olhando e tudo se transformando
Agora uma galinha, a letra A bem certinha
Uma foice, um burrico dando coice
Era um tigre ou leopardo, lá no céu delineado
Aqui no chão passa um carro, levanta um poeirão
Prendo a respiração para não inalar poeira
Pego o lenço na algibeira, tampo o sol com uma peneira
Continuo ali sentado, me virando para o outro lado
Outro bicho no céu surgiu, urso branco PQP
Mais distante um monte de carneirinhos
Todos alvos bem branquinhos.
Vou seguir o meu caminho.
Essa não surge agora um tubarão.
Sigo na peregrinação, nuvens em transformação
Não sou maluco é só a imaginação
(arnor milton)
arnor milton
Enviado por arnor milton em 05/12/2019
Reeditado em 06/12/2019
Código do texto: T6811162
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.

Comentários

Sobre o autor
arnor milton
Itapeva - Minas Gerais - Brasil, 69 anos
1046 textos (10752 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/01/20 20:58)
arnor milton