Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Surpresa agradável



surpresa agradável,
chorar depois de tanto tempo,
ser preso descalço, portando veneno,
algemado de castigo,
pedi pra bater na minha cara
e ao gemer por instinto
vi de perto sua tara,

tarado em vampiras,
vidrado no chão
enquanto sugam meu sangue,
quase vencida,
mordendo o colchão
onde a pureza se esconde,

em dias de lua cheia
guarde bem meus pedaços,
mais tarde vem cá
ser minha um pouquinho,
aguarde-me nua, cheia de pecados,
deixe tudo pra lá
e derrame esse vinho,

goles não matam
mesmo que implore pela morte,
vozes não cessam
nem nos dias de sorte,
tentando ser são
me disseram ser fácil,
quero só dizer não
as tentações do diabo,

mas só hoje ...
preciso iludir-me um pouco mais
acreditar no meu sorriso,
consisto em diluir um corpo em paz
atormentar-me: combustível,
tesão nessas dores
pois adoro entreter-las,
ver-te indo, amores
sob a dor de não saber
como mantê-las.

R Lelis
Enviado por R Lelis em 14/01/2020
Reeditado em 15/01/2020
Código do texto: T6841771
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre o autor
R Lelis
Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil, 22 anos
212 textos (3990 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 25/01/20 08:51)