Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

À JUSTIÇA!

           Julio Silva
      www.juliosilva.net

Agora sigo a evitar aos tolos...
            Sabemos todos da vã necessidade,
Usar dos que são abusados,
            na enorme bandalheira que acontece.
Ora, querem a frente estar!
            Enquanto seguimos em tranquilidade,
Noutras vezes, dantes, ficar;
            Assim, há muitas mazelas a imperar!
e, ainda, se pode juntar!
            à lógica do favorecimento particular.

Sigo e vou perseguir, buscar,
            Combatendo tenazmente as injustiças,
cortando ora aqui, ali e acolá,
            retirando meu apoio à safadeza;
Em franca captura caminho,
            suportando alguns difíceis ideais.
Sigo insistindo, e vou ao desalinho.

Ora, pronomes! Ora!
Simbora, pros nomes!
Para não calar, e logo, consentir.
à Justiça.
Julio Silva
Enviado por Julio Silva em 09/10/2007
Código do texto: T686785

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Julio Silva
Iguape - São Paulo - Brasil, 49 anos
122 textos (8777 leituras)
1 áudios (583 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 14/12/17 17:12)
Julio Silva