Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A sua última poesia

Tenho que agradecer
As poesias que me destes
Eram como cada amanhecer
O sol vindo do leste

Não foram mensagens em vão
Algo tinha de real
Mas não pôde pegar de minha mão
O aperto que sempre parecia virtual

Essa canção de despedida
Marca uma estação de sentimentos
Que saudades sempre manterão viva
Aqui nos meus pensamentos

O meu mais sincero obrigado
Por todas as poesias que me arrancastes
Meu coração mesmo assim sai adubado
Fertilizando o solo que pisastes.



Fábio Marfê
Enviado por Fábio Marfê em 12/10/2007
Código do texto: T690958
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Fábio Marfê
São Luís - Maranhão - Brasil
164 textos (4276 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 12/12/17 04:46)
Fábio Marfê