Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

AMOR INFINITO

Negra cortina
cai, sobre seus olhos
escancaradamente tristes...
Não me intimidam
as sombras...
De olhos fechados,
posso percorrer
os labirintos
que conduzem
ao recôndito de sua alma
brilhante e clara,
onde habita
a luz pura e cristalina
do seu riso farto
e da alegria genuína
que contagia...
E me entrego,
a curar suas feridas,
e tirar de seu armário
empoeirado,
novos e lindos sonhos
escondidos...
Não se apague,
se por desdém,
lhe feriu alguém,
lançando ao chão
e despedaçando
o sonho, que julgava
ser o mais bonito...
Abra-se para a vida,
brilhe forte, sem medo...
Nada está perdido,
tudo se renova
quando se deixa fluir
a fonte inesgotável,
desse dom de amar,
completo e infinito,
que à uns poucos
privilegiados,
é concedido...
Helena Morais
Enviado por Helena Morais em 13/10/2007
Reeditado em 15/10/2007
Código do texto: T692821

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Helena Morais
São Paulo - São Paulo - Brasil, 62 anos
85 textos (7498 leituras)
1 áudios (97 audições)
3 e-livros (141 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 14/12/17 07:05)
Helena Morais