Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

POESIA Ver. 2.4

Parada
Brusca
    do
  Trem
Corpos caem
      uns
Sobre os outros
    Silêncio
A Linha
 Parou
 o Dedo aponta
há um
    Corpo
Sobre a linha
Passageiros
 eles Todos
no Chão
A Poltrona fica
      Vazia
  Em cima
  o Aviso
Lugar Reservado
Para idosos
Gestantes
E
Deficientes
eles
também
no Chão
Caídos
  pela
Parada
   Na
 Linha
Continua lá
   o Corpo
       parado
sem Mancha de Sangue
em cima no Alto 1 Falante
   no Falante 1 Voz
Voz com
Chiado
mais
Chiado
que
 voz da voz
        o
    AVISO
“Teremos Atraso”
  aumenta
   o chiado
Permanece
  o Chiado
Permanece
     o
Corpo
  A
Linha

Samuel Sasso
Enviado por Samuel Sasso em 24/10/2007
Código do texto: T708323

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Samuel Sasso
São Paulo - São Paulo - Brasil, 36 anos
13 textos (1578 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 15/12/17 13:02)
Samuel Sasso