Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Injustiça

Palavras ácidas ferem
Dor sentida na alma
Atingem o coração
Aniquilando a calma
Injustiça: látego cruel!
Destrói sonhos de paz
Chicote rasga sem dó
Quem é sincero demais.

No ato de se expressar
Dizer de fato o que sente
Pessoa simples se expõe
Fica assim, transparente
Chega então outro ser
Possuído pela maldade
Transforma aquilo tudo
Ignorando verdade.

Assim surge injustiça.
Seguida de grande revolta.
Acusações levianas
Massacram tudo em volta
Mas consciência tranqüila
É bem de outorga divina
Pode dormir descansado
Quem sabe da vida a sina.

Maria Ventania
Enviado por Maria Ventania em 17/10/2020
Código do texto: T7089904
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre a autora
Maria Ventania
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 50 anos
268 textos (18400 leituras)
96 áudios (2745 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/10/20 00:23)
Maria Ventania