Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Amigo

Amigo olá amigo!
Vem perturbar-me com tuas mazelas,
Vem lamber-me o ouvido e fazê-lo de penico
Que por mim estou toda ouvidos.
Saber que és pra mim tão amigo,
Que prossigas com tua extenuante força de abrigo.
Pois amigo é pra essas coisas e mais um pouco...
Há quantas desfaleço em teus abraços,
Enchendo lamúrias, presságios, duras penas!
Encandescendo-me com teus beijos e afagos,
pois mora sempre dentro de meu coração como uma cama macia.
Vem fazer-me cafunés dentro de rede na varanda,
Vem soprar um daqueles beijos bem pequenos mas tão suaves!
Vem tecer-me de carinho e cobrir meus desejos,
Pois também apressa-te sempre a  corroer-me as entranhas.
Tu conheces-me como a ti mesmo mesmo quando em prantos.
Vem amigo por essa caminhada torpe,
vem passar-me tuas dores infinitas e curar-te com meus beijos.
Vem salgar minha vida que por vezes doce!
Chamo-te de amigo pois tu fazes parte da minha alegoria.
Fazes parte de meus encantos nem tão desencantos.
Traga-me teu cheiro âmbar e goza meu deleite para sempre amigo!
Roseana Chaves
Enviado por Roseana Chaves em 25/10/2007
Código do texto: T709220
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Roseana Chaves
Fortaleza - Ceará - Brasil
36 textos (2394 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 12/12/17 05:14)
Roseana Chaves