Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O SONO DO ANJO

Por ter sabor amargo, a mágoa,
Tornou-se bebida que não é bem vinda.
É imposta e mistura-se à saliva
E se cuspida, renasce e banha a lingua!

Salgada demais, é a injustiça;
Nada existe que a possa adoçar.
Sua vítima agonisa à míngua,
E chorando ainda tenta rastejar.

O falso doce, já cabe à mentira.
É o prato mais caro da covardia,
E o preço mais pago nessa vida...

Delicioso, no entanto, é o sono,
De quem é humilde, verdadeiro e justo.
Mas quem dorme não é um homem, é um anjo!

RÚBIA BOURGUIGNON
Enviado por RÚBIA BOURGUIGNON em 14/11/2005
Código do texto: T71499
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre a autora
RÚBIA BOURGUIGNON
Vila Velha - Espírito Santo - Brasil, 59 anos
193 textos (21446 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 30/11/20 05:26)
RÚBIA BOURGUIGNON