Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

FINADOS

No sentido da palavra
Terminar, acabar, morrer
Assim,  criou-se este dia
Prá velar os entes queridos
Que não mais vamos ver

No sentido da palavra, morrer
Mas contraditório se prediz
Pois morrer é viver
Viver em outra forma e dimensões
Na esperança de um dia nos rever

Quem crê em Deus sente dentro de si
Pois a vida não teria sentido neste mundo perdido
Passar por tanta coisa e depois perecer
Sem algo mais a frente e simplesmente morrer

A matéria em si acaba, mas o espírito da alma continua
Pois o mistério precioso da vida
E o que a nós o reserva
Só a Êle pertence, ao Pai que ama seus filhos
Nos dará essa continuidade sem discriminar cada ser

Por pior que seja o desfecho
Nessa passagem, acostumados a matéria
Ficamos livres da dor, o amor de Deus nos envolve
Mesmo que seja o pior pecador

Talvez isso alivie, a quem tem medo de morrer
Não é o fim, pode ser pra este mundo
É o início, não sabemos de que
Quem sabe buscando n'alma
A luz do grande Ser  -  "Deus"


 


maria do carmo alves marques de castro
Enviado por maria do carmo alves marques de castro em 02/11/2007
Código do texto: T720826
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (mcarmo). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
maria do carmo alves marques de castro
Volta Redonda - Rio de Janeiro - Brasil, 67 anos
90 textos (3853 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/12/17 09:20)
maria do carmo alves marques de castro