Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

METAMORFOSE

O que me faz buscar o desconhecido?
O que me faz desalinhar o traje?
Colocar-me pelo avesso?
É aquela face,
Aquela face que em mim não vejo,
Mas sei que existe com tal disfarce
Que a coragem foge junto a ela.
Onde encontrar aquela força mágica
De disfarçar a palidez e seguir as ruas
E aquele riso frouxo que sintoniza o tom que eu dava ao dia.
Perdeu-se nas grandes avenidas,
Em meio aos comerciantes atordoados,
Perdeu-se nas complexas mutações,
Na travessia da calçada,
No trânsito infernal da segunda-feira.
Sou metamorfose ,presa no casulo,
No meio do asfalto esperando o momento
Do vôo para sobrevoar em mim,
Soltando a velha carcaça:
Das convenções hipotéticas,
Das delinqüências genéticas,
Das máquinas robóticas.



Ecila Yleus
Enviado por Ecila Yleus em 04/11/2007
Reeditado em 27/02/2010
Código do texto: T723595


Comentários

Sobre a autora
Ecila Yleus
Recife - Pernambuco - Brasil, 68 anos
330 textos (10866 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/03/21 08:21)
Ecila Yleus