Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Não há

                               Não há,
                                        que se saiba,
                                        nada errado...
                                        só diferente.
                             
                             Não há,
                                        que se perceba,
                                  plenitude sem vazio...
                                             só imaginada.
                            Não há,
                                       que se conheça,
                                     amores perfeitos...
                                         só idealizados.
                            Não há,
                                   que se reconheça,
                                   caminhos lineares...
                                  apenas sem desvios.
                             
 Abstração/ Diulinda Garcia.
  Publicado em17/11/07.    
Diulinda Garcia de Medeiros
Enviado por Diulinda Garcia de Medeiros em 18/11/2007
Reeditado em 01/05/2011
Código do texto: T741578
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Diulinda Garcia de Medeiros
Natal - Rio Grande do Norte - Brasil
267 textos (6940 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/12/17 00:56)
Diulinda Garcia de Medeiros

Site do Escritor