Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Minhas mãos




        Com estas minhas mãos
De dedos esguios e sãos
Alegres, tristes ou amarguradas
Pousam como borboletas cansadas…


Há!Comparo-as a pombas a voar…
Ora lentas ou ainda frenéticas
Eu as quero assim magnéticas
Neste vai-vem sempre a tactear.


Orgulhosas p’lo bem que fazem
Nelas um mundo grande trazem
São dois poemas que trago…


Que aos poucos vão murchando
Mas alegra-me vê-las acariciando
Algo de belo que afago…


       
Odete Simões
Enviado por Odete Simões em 18/11/2007
Código do texto: T741942

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Odete Simões). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Odete Simões
Portugal, 91 anos
68 textos (408 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 15/12/17 09:05)
Odete Simões