Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

No alto mar


Ao longe, sentada no rochedo
Olhando o mar,em volta, sacudido
Cantei com ele baixinho e sem medo
Uma canção triste, qual um gemido…


Ao longe, vejo no alto mar a navegar
Navios, abrindo alas bem fundas
Tão branquinhas a espumar
Naquele oceano de águas profundas.


Ao longe, pontos brancos a flutuar
Parecem gaivotas a voar…
Não…são navios fantasmas a navegar
Sem mastros, nem velas para andar…


Ao longe, rasgando o manto azul do mar
Abrem sulcos que outros já rasgaram
Olho-os…não posso deixar de os admirar
Oh! ide, ide aonde já tantos navegaram.


Ao longe, meus olhos tristes os seguem
Num adeus terno e saudoso
Pedindo ao Senhor Todo Poderoso
Boa sorte a essa gente…a alguém…
Odete Simões
Enviado por Odete Simões em 25/11/2007
Código do texto: T752079

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Odete Simões). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Odete Simões
Portugal, 91 anos
68 textos (408 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/17 23:21)
Odete Simões