Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Dossiê poesia

A poesia não resolverá
os problemas
do mundo

        muito menos

resolverá
os meus problemas

Quiçá passageira
é um velho na rua
pedindo esmola

Pode ser também
um ninho de
pombos bêbados

         só pode ser brincadeira

Deve nascer da
fraqueza inata
de cada poeta

Fraco eu sou
como uma vidraça
implorando por
uma pedra

Fraco eu sou,
simplesmente humano
deliberadamente humano
assustadoramente humano
(não posso negar o que sou)

Talvez seja
um recado ao mundo

              sujo
                         inverossímel
       doentio
                   miserável

Porque tudo que é belo
um dia já foi lama e dor

Talvez seja
um recado ao mundo

Eu existo
Eu amo a vida
Eu vivo o amor

Com certeza
cheira como
um lança-perfume
nauseabundo

Poesia

Coração e alma
escarrados no papel

Tudo o mais é pura bobagem

                               São José dos Campos, 17 de setembro de 2007.
Fabiano Marquezi
Enviado por Fabiano Marquezi em 26/11/2007
Código do texto: T753166

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Créditos: Fabiano Marquezi). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Fabiano Marquezi
Campinas - São Paulo - Brasil, 38 anos
133 textos (4891 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/17 06:19)
Fabiano Marquezi