Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

INCERTEZAS

A mão que afaga,
pelo corpo desliza,
pode ser a mão convicta,
que fere certeira e precisa;
O amor pode ser
a porta incerta, aberta para dor,
quando o desejo for uma paixão proibida;
A ilusão da vida,
talvez seja o fel da decepção,
quando só reina emoção e prazer
numa vaga hora qualquer,
eis aí a receita da lágrima do amanhã ou agora;
A verdade é que a incerteza
gira com graça e beleza,
faz, desfaz, não importa,
ronda, cerca, segura e configura,
outra figura não imaginada, não idealizada,
deixando uma única certeza:
que a categórica assertiva talvez seja produto,
ou fruto dela (incerteza)
se assim for, o mapa do plano,
pode ter sido um ledo engano;
O que sei não é lei,
e o que penso, e passo,
no compasso ou descompasso,
é a certeza que incertezas,
tenho e ainda as terei.


ANDRADE JORGE
DIREITOS AUTORAIS REGISTRADOS
14/06/05
 
ANDRADE JORGE
Enviado por ANDRADE JORGE em 29/11/2005
Reeditado em 24/06/2014
Código do texto: T78387
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre o autor
ANDRADE JORGE
Jundiaí - São Paulo - Brasil
1164 textos (101312 leituras)
29 áudios (2043 audições)
2 e-livros (331 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 26/02/20 00:42)
ANDRADE JORGE