Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

a noite como gelatina doce



a noite como gelatina doce,
que adoça a dor,
esquece, escurece
o clarão do nada,
fica tudo mais doce,
a alma enche,
não se sabe,não se tem memória
desta contradição
maré cheia e solidão

pela noite dentro, vou sair agora.
Constantino Mendes Alves
Enviado por Constantino Mendes Alves em 17/01/2008
Código do texto: T821694
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Constantino Mendes Alves
Portugal
324 textos (3850 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/11/19 04:10)
Constantino Mendes Alves