Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Sonho de um amor real

De repente, eu me pego absorto, a pensar,
de repente o teu rosto aparece pra mim,
uma nuvem se forma, e no fim, lá no fim,
todo um mundo de cores vejo aproximar.

Minha mente clareia, a visão escurece
e o mundo de cores parece luzir,
então sinto no corpo meu sangue fluir;
quando vejo teu ser, o meu ser enrubesce,

a minh’alma tem febre, o meu corpo estremece,
o meu mundo parece fugir, de repente;
ante mim eu percebo o teu ser reluzente
e me prostro a teus pés, qual fiel numa prece.

A imagem se vai, aparece depois,
minha mente dá voltas, tentando seguir,
procurando, em vão, a teu corpo se unir;
minha mente resume o universo a nós dois.

O teu riso maroto, o olhar penetrante,
essa imagem que eu crio no meu pensamento
é uma imagem tão bela, uma imagem que tem
todo o amor que eu guardei pra te dar nesse instante.

Muito embora eu só possa te dar desse modo,
em imagens formadas no meu pensamento,
o amor que ofereço é um amor sem tormento,
é um extrato perfeito de mim, sou eu todo.
Paulo Camelo
Enviado por Paulo Camelo em 30/03/2005
Código do texto: T8704
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Livros à venda

Sobre o autor
Paulo Camelo
Recife - Pernambuco - Brasil, 72 anos
936 textos (290690 leituras)
36 áudios (11178 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/08/20 11:07)
Paulo Camelo

Site do Escritor