Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ANISTIA


São poucos
todos os momentos
por tanto bem-nos-quer...

Tão poucos
quanto os movimentos
do corpo, do gesto, do braço:
onde te busco escassa.

Contudo, o conteúdo de amor,
completamente nu em saudade,
prepara o abraço para nos vestir.


São poucos
os tantos espaços
guardados separados.

Tão poucos,
segredou-me o desejo
da pele ao êxtase do toque:
onde te busco imensa.

Mesmo fatiados, somos inteiros,
grudados nos mesmos perfumes
guardados para matar a ausência.


Em breve estaremos juntos
como amantes de primeiro retoque
nos lábios do batom mais íntimo.

Em breve estaremos unidos
alforriados pela igreja e pela justiça
equilibrando braços e procissões.

Dos momentos poucos, muitos sobrarão!
Daqueles tão escassos, raros esquecidos,
se multiplicarão em mais instantes que virão
fatigados de ausência: uma exilada saudade!

Djalma Filho
Enviado por Djalma Filho em 30/03/2005
Código do texto: T8747
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre o autor
Djalma Filho
Salvador - Bahia - Brasil
662 textos (20871 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/06/20 11:11)
Djalma Filho