Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Bestas e vésperas

O hoje é sempre véspera
Ruindade esse tempo
Por isso é que eu repuxo a pálpebra
E dou esses nós cegos
É a culpa

Gosto do risco
Ponho na Sena o ordenado
Esse medo até me paquera
E é lógico, até dou bola
Mas não me entrego a qualquer rebolado

A presença de um sexo oposto
Detalhes nas pernas me ligam
E aproveito o momento e o descuido
E estudo as linhas do corpo
E paro embaixo do carro
Se esse hoje fosse um escudo
E se a morte fosse sempre uma véspera

O homem é sempre uma besta...





Michell Niero
Enviado por Michell Niero em 03/04/2008
Reeditado em 03/04/2008
Código do texto: T928683

Comentários

Sobre o autor
Michell Niero
Osasco - São Paulo - Brasil, 35 anos
37 textos (3186 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 14/05/21 23:39)
Michell Niero