Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SER FLOR DE SAUDADE



Nasci de um botão de eternidade
Fendas abriram-se em minhas pétalas
Talhando um novo formato à vida
Fiz-me misto de saudade e pranto
Embalei os sonhos de todo meu tempo
Disfarcei a dor, em cândidos versos
Cresci embebida no néctar de meu cálice
Sorvi todos os sabores oferecidos à flor
Ofertei todos os aromas destilados pelo amor
A existência desenhou meu rumo
E num outono em andamento, murchei-me
Como flor a se despetalar ao vento
Caída ao chão, sobrevivi, pois em adubo
Tornei-me e minha essência perpetuou-se
A construir outros poemas de saudade a amor

Denise Severgnini
Enviado por Denise Severgnini em 03/04/2005
Código do texto: T9510


Comentários

Sobre a autora
Denise Severgnini
Novo Hamburgo - Rio Grande do Sul - Brasil, 62 anos
11345 textos (955707 leituras)
16 áudios (8944 audições)
311 e-livros (34618 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/06/21 22:31)
Denise Severgnini