Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Mais um dia que se vai

Ao por que se resvala
Na sombra de um infinito constante;
Que mérito devo da-la,
Já que vai-se num poente?

Na vida se não me abala
Não merece meu semblante,
Sempre que desvela
É por completo excitante!

Eu te vejo como uma vela
Que inevitável se derrete
No firmamento desta grande capela

Adoraram, eu sei, o amanhecer!
A beleza do expoente,
Que de vida veio nos enobrecer!
Tiago Caian
Enviado por Tiago Caian em 17/07/2010
Reeditado em 28/05/2011
Código do texto: T2383557


Comentários

Sobre o autor
Tiago Caian
Aracaju - Sergipe - Brasil, 31 anos
200 textos (6318 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/03/21 01:56)
Tiago Caian