Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

UM PEDAÇO DE SOLIDÃO

Ficou
dependurada na cerca
da imaginação
um pedaço
de um pobre coração
Despedaçado
como pétalas de flor
soltas aos ventos...

Ficou, ao sol poente
de um dia qualquer
desses que não se marcam
nas agendas do pensamento.

Ali, definhou...
amarelecido pelas horas
que não passaram
ou passaram em vão...

Somente uma estrela
soberba ao céu sem lua
chorou...
Foram as suas lágrimas
que esse coração salvou...

De pedaços caídos
ao chão batido
um pequena flor
de colorido esmaecido
como a lembrar saudade
vingou...

Deu frutos de amor
e enfeitiçou a lua
daquela meia noite
sem cor...

É pelas altas horas
de uma madrugada fria
que se notam acima
a lua a brilhar
a estrela a piscar
e um cometa passar...

- O AMOR, EMBORA EM PEDAÇOS, TRANSFORMA O CÉU, A TERRA E O MAR EM UM PEQUENO UNIVERSO DESTA GRANDE GALÁXIA!
(Milena Medeiros-29/09/2012- 23:09 horas)

-
este poema foi publicado posteriormente no blog da autora no site Wordpress
(procure como: milenamdiego.wordpress.com)

Milena Medeiros
Enviado por Milena Medeiros em 29/09/2012
Reeditado em 29/09/2012
Código do texto: T3908134
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Milena Medeiros
Santo André - São Paulo - Brasil
597 textos (21934 leituras)
1 áudios (99 audições)
2 e-livros (148 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/12/18 01:19)
Milena Medeiros