Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

POSSIBILIDADES


Quantas vezes em sonhos,
vejo as asas da saudade,
minha alma voa, o ar gorjeia e sorri,
canto, beijo, amo,sou feliz.

Será que uma vida dividida,
torna-se mais sofrida?
Mas como pode ser se sou feliz!
Há por tudo, a alegria e o rumor,
de um bailado de pássaros voando...

A luz do luar cai sobre  o meu quarto,
estrelas rebrilham, além destas telhas.
faço uma reflexão: qual o sentido da minha vida?
Dividi-me entre sonho e realidade.

Mas ainda vou construir um mundo diferente,
serei a plateia de minhas realizaçoes,
e vou me aplaudir...
Mesmo que tenha que ter a coragem,
de enfrentar a realidade.

Jogar tudo pro alto
Sorrir em busca de meus sonhos, todos...
Realizar os desejos mais escondidos!
Sei ser isto possível
Ouvi os sussurros dos deuses...

Por hora, devo terminar este poema
Para que toda uma vida, num único sonho,
num único poema?
Para a inspiração deste meu poema!?
Deixo um verso.
Amanhã o sol vai nascer,
e quem sabe o que a maré vai nos trazer...

Para ti...oh amor, meu coração!
Que se fecha, e se guarda,
qual uma flor noturna,
com grandes olhos fixos,
na possibilidade!

Luamor


Maná

http://www.youtube.com/watch?v=nBWBSEuzy44


=======================================


Linda interação do mestre Jacó Filho, obrigada, amei! Show!


Moldar meu próprio altar,
Quando houver sublimado.
É a forma de ser amado,
Sem ninguém me atrapalhar...


Jacó Filho



Linda interação da mestra Norma Aparecia Silveira Morais, Obrigada, amei! Show!


NESTA VIDA AS POSSIBILIDADES
DENTRE TANTAS OPORTUNIDADES
VISANDO A PLENA FELICIDADE
E UM POUCO DE LIBERDADE

Norma Aparecida Silveira Morais



Linda interação da mestra Nativa, obrigada, amei! Show!

Permanecer sonhando...
É cômodo esse lugar.
Talvez um vento forte venha me acordar
Mas não vou facilitar. As possibilidades existem!
Posso ou não, arriscar...
As vezes divididinha...
Deixe-me sonhar.

Nativa



=============================================


BILHETE

Se tu me amas, ama-me baixinho
Não o grites de cima dos telhados
Deixa em paz os passarinhos
Deixa em paz a mim!
Se me queres,
enfim,
tem de ser bem devagarinho, Amada,
que a vida é breve, e o amor mais breve ainda...

Mario Quintana
Luamor
Enviado por Luamor em 04/03/2017
Reeditado em 08/03/2017
Código do texto: T5930479
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Luamor
São Paulo - São Paulo - Brasil
1057 textos (79941 leituras)
17 áudios (874 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 14/11/19 18:58)
Luamor