Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Acordar sozinho

Acordei,
no chão, um livro que lia antes de dormir,
no rádio uma música triste...

Lembrei das vezes em que não acordava sozinho,
Lembrei das vezes em que voce estava comigo,
seu sorriso,
sempre aberto.

Saudades de te dar um beijo,
lágrimas que brotam, sem avisar,
Música que emociona,
mas não desligo o rádio,
é bom lembrar de quando era feliz.

Ando tão frágil,
tão emocionável,
qualquer música,
qualquer cena,
qualquer palavra,
me faz chorar,
e choro por lembrar,
de alguém que um dia prometeu,
"por toda vida vou te amar'...

Esse, por toda vida, já acabou,
esse amor eterno,
não durou muito,
só machucou muito,
ainda dói, rói todo dia, um pouqinho mais,
de um coração amargurado, triste judiado.

Não penso em voltar a escrever romances,
pois os meus são tristes demais,
e as pessoas gostam de alegrias, e naõ de tristezas,
não gostam do que é feio, gostam da beleza,

Um grande amor, não pode ser feito á base de mentiras,
Um grande amor, não deve ser criado, em ilusões...

Falta algo em mim,
falta voce comigo,
tudo está sem sentido,
eu estou perdido....

Escrevo, com manchas d'agua nos olhos,
não me preocupa a aceitação
me preocupa a dor no coração...


Ivair Antonio Gomes
Enviado por Ivair Antonio Gomes em 17/09/2007
Código do texto: T655633

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o email xstranho@pop.com.br). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Ivair Antonio Gomes
Palhoça - Santa Catarina - Brasil, 48 anos
169 textos (116844 leituras)
8 áudios (23957 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/12/17 23:59)
Ivair Antonio Gomes