Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Solitários conectados

O mundo está sem forma e vazio
E o espírito da depressão
Se move sobre as mentes humanas...

Desculpem-me a confusão
Minha mente dá um nó
O planeta super lotado
E o ser humano tão só

Sete bilhões de habitantes
Tentando se encontrar
Perdidos em si mesmos
Não sabem onde querem chegar

Perto e longe ao mesmo tempo
A ausência é constante
O corpo está presente
Mas a alma, sempre distante

Aventuram-se nas redes
Buscando preencher
O vazio que sentem no peito
Não sabem nem o porquê

A verdade é evidente
A rede os emaranhou
Cercou-os por todos os lados
Prisioneiros assim os tornou

Na clausura voluntária
Onde reina a ilusão
Cada like, falsa esperança
De banir a solidão

A saída está tão perto
Mas insistem em recusar
O toque, o olhar, o abraço,
A conversa durante o jantar

Solitária multidão
Tão carente, tão perdida
Sem rumo e sem direção
Perdeu o sentido da vida

Esqueceram que a vida é real
É aqui, é agora, é presente
Transcende o perfil virtual
É presença! É cheiro de gente!!
Elaine Neves
Enviado por Elaine Neves em 15/03/2019
Reeditado em 16/03/2019
Código do texto: T6598969
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre a autora
Elaine Neves
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 44 anos
56 textos (15901 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 12/05/21 20:01)
Elaine Neves