Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Índio

Amiga era a lua na estância
Onde eu morava
Chapadas e campinas,
Cachoeiras e cascatas.

Tudo ali ela clareava,
A vastidão revelava,
O instinto do sentir,
Eu sem nada dizer,
Veio ela oferecer
Aurora ao meu existir.

A sombra me seguia
Rumo aos rochedos
Onde imperava o silêncio
Que hoje tende a voltar.

Encanto e desencanto
Traziam os ventos
Dos confins das araucárias
Clamores dos pássaros
De pios e canto sufocados

Jamais esquecerei
Daquele luar de prata
Sobre rio, cachoeira e cascata.
Tudo fazia sentido
Nos rochedos da Atlântica mata.
R J Cardoso
Enviado por R J Cardoso em 16/05/2019
Reeditado em 16/05/2019
Código do texto: T6648897
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
R J Cardoso
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
3288 textos (82213 leituras)
2 e-livros (487 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 26/06/19 09:42)
R J Cardoso

Site do Escritor