Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

FRASES DE UM CERTO DIA

Hoje é um dia como outro qualquer.
Uma quinta-feira, do mês de março.
Estamos no Brasil e faz muito calor.
Chove no nordeste, no sul também.
São Paulo vai receber mister Bush.
Câmara quer leis duras a bandidos.
Nosso álcool é tema de negociação.
No Rio, o Flamengo ficou campeão.
Menina rica se apaixona pelo crime.
No BBB7, um clima de muita fofoca.
Balas perdidas têm endereço certo.
Policiais apreendem carga roubada.
Políticos lutam por mais ministérios.
Taxa de juros cai um pouco: 0,25%.
Agricultura terá crescimento recorde.
Uma mulher levanta hoje mais cedo.
Uma menina sonha com o estrelato.
Uma senhora espera por uma carta.
Aquela mãe quer seu filho de volta.
Outra não faz nada além de chorar.
Uma amou muito na noite passada.
Muitas tentam lembrar dos amores.
A cantora italiana diz não ter idade.
A mulher lembra da antiga canção.
Uma mensagem veio de tão longe.
Contas e mais contas para pagar.
Mais entrevistas para o emprego.
O namorado se esqueceu do dia.

Hoje é um dia como outro qualquer.
Uma quinta-feira, do mês de março.
Homens não sabem que dia é hoje.
Os meninos são levados à escola.
A mulher prepara uma nova tese.
Outra espera pelo novo emprego.
Uma sente dores na sala de parto.
Outra já amamenta o rosado bebê.
A professora sorri para o aluninho.
Vovó prepara a lancheira da menina.
Na farmácia sai um teste de gravidez.
Na sacola ela leva mais absorventes.
Aquela roupa nova ficou mais bonita.
A calça jeans não fecha mais o zíper.
Mais trabalhos para o professor chato.
O amor da menina por aquele ruivinho.
A mãe jovem e outro filho na barriga.

Hoje é um dia como outro qualquer.
Uma quinta-feira, do mês de março.
Na rodoviária, sacolas e esperança.
No supermercado faz falta dinheiro.
A mulher sonha com a Mega-Sena.
Outra quer apenas reconhecimento.
A velha atravessa a rua com a neta.
A bala perdida matou outra jovem.
Muitos sonhos também morreram.
Outros sonhos começam a nascer.
Amor verdadeiro não sai de moda.
Uma se chama Maria, outra Lívia.
Uma é Aspásia, outra Bernadeth.
Uma se chama Cleusa, outra Íris.
Lá vai indo a Patrícia e seu gato.
Naquela fila só tem Maria Tereza.
Na outra, são apenas Rosângelas.
A Vera, também Maria, está na fila.
No final da fila apareceu a Zenaide.
No meio da fila surge uma Mariza.
Lá bem distante vai a tal Cleonice.
Chega sorridente a loira Rosicler.
O que esta outra quer é a Marinez.
Rosana ri quando fala das ameixas.
Aquela outra chorou pelo seu amor.

Hoje é um dia como outro qualquer.
Uma quinta-feira, do mês de março.
Hoje é o dia internacional da mulher.
E hoje é um dia tão lindo e diferente.
Dia da gente beijar quem nos ama.
Quem a gente imaginou nunca amar.
E amor, neste dia é o que não faltará.

Rogério Viana
8 de março de 2007, em Curitiba - PR
Rogério Viana
Enviado por Rogério Viana em 08/03/2007
Código do texto: T405396
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Rogério Viana
Curitiba - Paraná - Brasil, 71 anos
190 textos (44370 leituras)
2 e-livros (8922 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/11/19 15:37)
Rogério Viana