Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Poema em Louvor da Vida

Vida
Doce e bem-amada vida
Possa eu abraçar-te
Nas tuas carícias saciar-me
Saciando o desejo que me consome
E me persegue a cada dia
Ter-te
Apalpar-te
Desfrutar de ti.

Ó Vida!
Querida vida.
Quero despir-te
Chegar ao âmago dos teus segredos
Dos prazeres mais secretos
Acalenta meu corpo
Que sedento está.

Quero sentir
Quero vibrar
Quero extasiar
Quero viver!

Quero que meus olhos
Sejam dois sóis flamejantes
Emitindo luz fulgurante
Que ilumine os outros
No caminho para a verdadeira vida.

Quero que meus ouvidos
Abram-se somente para ouvir
O doce canto dos pássaros
O suave murmúrio da brisa
A impetuosa vaga na praia.

Que minha boca
Fale
Cante
Melodias, as mais belas
Palavras, que numa aquarela
Dêem vida à vida.

Que meu corpo seja um campo
Meu peito coberto de grama verde
Com flores em toda parte
Borboletas
Pássaros
Música
Alegria...

E que no alto da minha cabeça
No meio da densa vegetação
Possa ser posta uma bandeira
Com a inscrição:
Salve a vida!

CARLOS CRUZ - 1987
Carlos Cruz
Enviado por Carlos Cruz em 02/03/2007
Reeditado em 07/06/2007
Código do texto: T398458
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre o autor
Carlos Cruz
Miguel Pereira - Rio de Janeiro - Brasil, 48 anos
383 textos (36945 leituras)
1 e-livros (172 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/09/20 01:44)
Carlos Cruz