Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

MALEDICÊNCIAS


É perfume ou veneno a flor?
E quem sorri é amigo ou ator?
Em que jardim pensa a maldade
E ensaia toda a sua ruindade?


Brinda sorrindo minh´alma
Em fino perfume exala o meu fim
O estranho que me bate palma
Enquanto aspira ao resto de mim


A balela assim como a ofensa
De quem se faz de tão amistoso
Por mais que a todos convença
Sempre terá um fim amargoso


Quem pratica atos tão vis
Semeando discórdia pelos cantos
É só mais um na lista de imbecis
Um miserável entre outros tantos


Sigo minha vida alegremente
Sem dever nada a ninguém
Não me importo com a serpente
O que é seu a caminho vem

Tânia Regina Voigt
Enviado por Tânia Regina Voigt em 05/07/2007
Reeditado em 11/04/2009
Código do texto: T552755


Comentários

Sobre a autora
Tânia Regina Voigt
Pelotas - Rio Grande do Sul - Brasil
1026 textos (50721 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 14/05/21 18:15)
Tânia Regina Voigt