Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Gotas de Felicidades


Boneca humana
Beleza que me chama
Inocência que eu amo
Meu anjo puritano.

Meus carinhos afagam o choro
Das desconhecidas dores
Que em nos causam rancores
Por não saberes falar.

Festejas a minha chegada
E cobras os meus braços,
Com amor abraças-me
E com gestos pede para passear.

Encho-te de mimos
Nada posso negar-te,
Transformo-me num menino
Para contigo brincar.

O teu doce sorriso
Conquista o meu olhar,
Os teus beijos mornos
Vem-me relaxar.

As incompreensíveis palavras
Que de tua boca saem
Enchem-me de felicidades
De teres dito papai.
Ulisses Maia
Enviado por Ulisses Maia em 01/10/2007
Código do texto: T676365

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Transferencia Bancaria para uma conta a indicar por mim.). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Ulisses Maia
Luanda - Luanda - Angola, 54 anos
903 textos (71570 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/12/17 01:09)
Ulisses Maia