Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
CONTANDO ESTRELAS


De repente;
Me vi...
No meio da noite,
Deitado na grama,
Contando estrelas.

De repente;
Percebi...
A brisa da saudade,
Me envolver,
Me conduzir,
A um passado magistral.

De repente;
De contentamento,
Não me contive,
Rolava pra lá,
Rolava pra cá,
Cantava aos céus.

De repente;
Aquela criança,
Há tempos adormecida,
Invadiu meu mundo adulto,
E fez uma grande festa.

De repente;
Eu não sabia,
Se chorava,
Ou se sorria,
Tamanha a alegria,
Que se apossou de mim.

De repente;
Uma estrela cadente,
Reluziu,
Bem na minha frente,
Momento indescritível,
Como me senti?
O ser mais feliz do mundo.
DELEY
Enviado por DELEY em 07/11/2007
Reeditado em 07/11/2007
Código do texto: T727803

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
DELEY
Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil
4980 textos (188711 leituras)
4 e-livros (1657 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 13/12/17 17:31)
DELEY