Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

FLOR OCULTA

(Para Ana Stella   - *  -   conversa com meu bebê)


É tão doce te esperar...
Sinto quanto palpitas dentro de mim!
Quem pode entender este imenso sentimento,
a carícia suave do teu movimento,
a doçura de sentir teu coração pulsando
e te sentir brotando e desabrochando,
como uma FLOR
- Crescendo, Vivendo, Esperando
- dentro de mim!

"Eu te espero"
Tu simplesmente esperas
... para nascer.
Eu te quero, mas dói-me ver-te sair,
deixar-me e, sem mim, existir.

Quem pode entender a beleza infinita
de se ter um ser dentro da gente,
respirando doce, lânguido, presente -
como uma Frágil e Forte Semente.

Ah! Só quem te tem assim
e te detém nesta espera candente,
nesta Permuta de Amor,
nessa ânsia tão quente...
é que realmente Sabe e Sente -
se Realiza e se Completa, enfim!


Silvia Regina Costa Lima

6 de outubro de 1982


 
SILVIA REGINA COSTA LIMA
Enviado por SILVIA REGINA COSTA LIMA em 23/11/2007
Reeditado em 15/08/2016
Código do texto: T748868
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre a autora
SILVIA REGINA COSTA LIMA
Vinhedo - São Paulo - Brasil
1873 textos (336984 leituras)
1 e-livros (737 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 13/12/17 10:05)
SILVIA REGINA COSTA LIMA

Site do Escritor