Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O FIM DE UMA AMIZADE

Eu sempre fui uma pessoa muito fácil de lidar.
Sempre gostei de uma boa amizade desfrutar.
Mas essa semana algo veio me abalar,
Um amigo deixou-me sem palavras sem explicar.
 
Ele é meio complicado, tem seus atos ousados,
Mas com ele aprendi o que é escrever.
 
Quando me conheceu foi muito legal!
Foi o primeiro que nem um pouco foi anormal.
Tratava-me com alegria, e maestria.
 
Sempre me disse que tinha potencial,
Mas o destino foi cruel, mal!
Fez que ele me entendesse mal,
E viesse por um tempo me tratar mal.
 
Sei que muitos conselhos me foram dado
Mas ele não sabia que sempre gostei
Do jeito aperfeiçoado.
 
O que ele não entende e nunca vai entender.
E que não deixo de falar com as pessoas,
A pedido de ninguém,
Às vezes você pode não se dar com fulano
Mas nem por isso vou deixar de falar.
Com fulano e sicrano.
 
Hoje estou triste e sei que esse amigo também esta.
Mas ele é orgulhoso nunca vai me desculpar,
Se é que desculpas têm que lhe dar,
Mas sendo assim!.. Desculpe, sempre te admirei,
E não será sua indiferença comigo, que mudará
Meu jeito e admiração por você.
 
Talvez nunca mais venhamos nos falar
Nem comentários trocar,
Mas quero que saiba que sempre esteve
Num lugar especial no meu coração.
Contigo aprendi a lição de casa,
 
Aprendi a ter méritos meus,
Mas com auxílios seus,
Mas se tomou magoa e de mim não
Quer nem falar, te respeito esse teu
Jeito de se manifestar,
Mas saiba que você primeiro tinha que me conhecer
Para depois me afastar de você,
 
Hoje vejo tua alma triste
Vagando pela sombra de magoas,
Você pode não saber,
Mas sei tudo de você,
 
O que me deixa, mas contente amigo,
É saber que nessa solidão
Ainda te restou um grande amor,
Este que sei que esta ao seu lado e te da forças.
Graças a Deus você tem o seu amor....
Assim é menos a tua tristeza....
 
Mas saiba amigo, que nunca esqueci suas
Lições de casa, e aprendi me valorizar como sempre
Ensinou-me, e te agradeço por isso....
 
Se um dia achar que não existe amizades
Sinceras  pra você.....
Estarás equivocado..... Que mesmo
Velhinha, sempre lhe concederei minha amizade
E com direitos de aprender a lição de casa,
 
Siga, sua vida amigo,
Mas saiba que sempre fui sua amiga de verdade
Você que não deixou seu coração perceber
A amiga que tinha e admira você;;;;
 
Amizades são poucas quando achamos
Não podemos deixar que ela vá embora...
Seja feliz!!!!
A FLOR DE LIS
Enviado por A FLOR DE LIS em 25/09/2008
Reeditado em 25/09/2008
Código do texto: T1196493

Copyright © 2008. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre a autora
A FLOR DE LIS
Teresópolis - Rio de Janeiro - Brasil
607 textos (107060 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 14/05/21 16:20)
A FLOR DE LIS