Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Sinfonia de pardais

Grandeza
        de Edson Gonçalves Ferreira
        para Sônia Ortega e Beto Wada

Sou um poeta pequeno
Tão pequeno que me comparo ao pardal
Haja sol ou chuva, eu canto
Meu canto não enche o espaço
Mas canto
E, se acham meu canto grande,
É porque ele se junta a outros
E, então, forma uma sinfonia
Que, talvez, orquestre a vida
A vida de quem ousa amar.

Divinópolis, 14.11.07




Poeta-pardal
                de Sônia Ortega
                para Edson Gonçalves Ferreira

És pássaro poeta
Seu canto viaja céus
Cruza os mares
Encantando as sereais, as estrelas, as flores...
Vem com a brisa da manhã,
Passeia pelos verdes campos
Deixando sus sementes prontas...
Juntamente com a chuva
Pousa em terra firme com seus pés passarinho...
Passeia pelo coração humano
Cantando seu canto de amor
O pardalzinho agiganta-se no que mais saber fazer:
A arte de poetar.

Japão, 15.11.07
edson gonçalves ferreira
Enviado por edson gonçalves ferreira em 19/11/2007
Código do texto: T743363
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
edson gonçalves ferreira
Divinópolis - Minas Gerais - Brasil
1160 textos (136177 leituras)
141 áudios (48707 audições)
5 e-livros (699 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 13/12/17 12:59)
edson gonçalves ferreira