Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

UM PENSAR DIFERENTE




Apenas fazia poesia
E pensei como você, sabe? Que o poeta podia tudo.
Passar por cima de preconceitos, criar utopias, ideologias
Sem pensar em modos e comportamentos de outrora...
Sem pensar na vida real e pessoal que o oprime.
Para manter vistas na sociedade.
Voar por onde quisesse, ou mergulhar no escuro abissal
De um mar revolto.
Ser inverno e primavera, verão e outono
Ser céu e ser mar, ser noite ser dia
Amar com euforia
E se perder em uma fantasia.
É verdade nisso também esta meu mundo.
O irreal e o real.
Pararei agora o meu vôo...
Minhas asas estão cansadas...
Mais tarde volverei meu olhar para o infinito
E pedirei perdão, por ser poeta.
Mas direi que jamais pararei de sonhar
E se meus versos são devaneios,
Que eu guarde para mim mesmo a doçura...
E no ápice da minha loucura,
Sugar todo o meu amor, e a mim mesmo entregar...

BARRET
Enviado por BARRET em 03/12/2007
Código do texto: T763570
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
BARRET
Salvador - Bahia - Brasil
798 textos (72334 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/12/17 19:22)
BARRET