Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Pesadelo 


Acordei de um sono profundo
pensei ser o fim do mundo,
fundo o ar quente respirei
senti-me atordoada e chorei,
estava sozinha no leito vazio
lembrei-me então do teu desafio,
deixaste a porta aberta para mim entrar
enganei-me, por você me deixei levar,
senti na boca o gosto amargo do fel
tempos antes o sabor era puro mel,
fecho os olhos para poder lembrar
da grande ternura que havia no teu olhar,
levanto-me devagar, não quero mais sentir
quero é poder da tua redoma doída fugir,
uma bela idéia, abro a janela para ver o luar
sento-me nela, a claridade da lua me faz cegar,
abro os braços, sinto no meu coração a magia
era o que eu precisava para sair da letargia,
respiro fundo, sou novamente dona do meu mundo
e da tua janela me atirei, alçando um vôo profundo,
num sobressalto acordei suada e assustada
mas estava em teus braços amor, quentes e amparada,
um pequeno sorriso no meu rosto se fez
e me aninhei no teu corpo outra vez.




Patricia Essinger
Enviado por Patricia Essinger em 10/03/2006
Código do texto: T121212


Comentários

Sobre a autora
Patricia Essinger
Guaíba - Rio Grande do Sul - Brasil, 57 anos
422 textos (23595 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/04/21 20:19)
Patricia Essinger