Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

DESPISTE-ME LENTAMENTE...



Despiste-me lentamente, primeiro
Com o olhar matreiro, depois
Tuas mãos rasgaram-me as roupas de sonho
Vestes profanas das quais fui quedando-me
Até sentir-me nua...
Teu corpo colado ao meu, foi força
Alavanca de amor que tateou meus desejos
Rompi as barreiras de sanidade, deixei
De ser eu, imersa na tua vontade
De ser feliz
Fui feliz contigo na fusão de corpos e almas
De cenas calmas ou desordens atômicas
Procuramos o caminho do ser, vagarosamente
Pois mais do ter, é preciso viver

Despiste-me lentamente...
E eu me fiz feliz em ti!

Denise



Denise Severgnini
Enviado por Denise Severgnini em 01/05/2005
Código do texto: T14157


Comentários

Sobre a autora
Denise Severgnini
Novo Hamburgo - Rio Grande do Sul - Brasil, 61 anos
11345 textos (952661 leituras)
16 áudios (8941 audições)
311 e-livros (34557 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/07/20 18:24)
Denise Severgnini