Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

INSANIDADE

INSANIDADE
Marcelo ShytaraLira
Sampa 16/11/2006

Sinto o passado rosnar em meus ouvidos
Projetando meus fantasmas...
Rindo em minha consciência corpulenta
Minhas lentes fotografam o mundo e em nada crêem...
Creio que a fé é apenas um momento de insanidade
Portanto sou um eterno crente
Apesar de minha fé ser apenas uma frase:
Não há poesia inédita há PseudoPoeta
“Um pseudopoeta indigesto...
Indigente... nas letras... nas certezas...
Na aceitação do conhecimento do tudo que há
Pedinte do amor... um arqueólogo
À procura da mulher que lhe será ideal...
Sonhando viver n’uma casinha de barro e folhas de coqueiro
À beira mar... uma jangada... algumas linhas com anzóis...
Poucas lagostas.... Muitas ostras... Para intensificar o sexo...
Brincando de pega-pega... Nus... acompanhados pelo vento”
Minha insanidade é tamanha que limpo meus ouvidos
Esperando assim ouvir Deus... o Deus da criação
O Deus que tanto penso da inexistência mas que me faz buscá-lo
“Pra que me fazer buscá-lo se está disposto a nunca aparecer?”.
Louco né... Eu sei... É isso...

Marcelo ShytaraLira
Enviado por Marcelo ShytaraLira em 27/02/2009
Código do texto: T1460253

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Marcelo ShytaraLira
São Paulo - São Paulo - Brasil, 56 anos
33 textos (1356 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/06/19 02:31)
Marcelo ShytaraLira