Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Saudade

Tão bela e rara essa beleza
Que floresce nos campos total perfeição
Cobrindo com seu manto, encanta a natureza.
Pura e ingênua fragrância no ar, incitando todo desejo, toda paixão.

Na pele que se arrepia ao toque do vento
Os olhos cerrados ao sentir todo desejo
Nos lábios entreabertos a espera de seus beijos
Na madrugada fria, você inferniza meus pensamentos.

Em devaneios de paixão clamo por sua presença
Meu corpo queima em febre de desejo
Na angustia da sua ausência
Meu corpo clama, almeja te chama...

Inquieta na cama a me revirar durante toda noite
Apenas o lençol a me tocar, e minha pele acariciar.
Mas nada satisfaz meu desejo mordaz.
E a noite que não tem fim, judia, maltrata.

O coração já acelerado em desespero
A respiração ofegante
Me reviro,
Preciso de você.

Venha meu desejo saciar
Me tire desse sufoco
Deite ao meu lado, permita que eu toque seu corpo.
Que beije seu rosto, que eu te ame e sacie esse desejo louco.

 


Tânia Santos
Enviado por Tânia Santos em 13/05/2009
Código do texto: T1592782

Copyright © 2009. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Tânia Santos
São Paulo - São Paulo - Brasil, 43 anos
47 textos (2591 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/19 09:23)
Tânia Santos