Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto


“Uma vez, que seja”
(Luiz Henrique)

Como pensei um dia, já não penso mais
E como um dia me senti, já não me sinto
Que transformação é essa que o amor faz?
Já que ao coração não dissimulo nem minto

Há tempos não me sentia desse jeito
Desejando a todo instante estar contigo
Uma constante saudade dentro do peito
Esse amor nem parece recente, mas antigo

A ansiedade pelo primeiro encontro
É a mesma de um jovem adolescente
Nem sei se - e o quanto - estou pronto
Apenas que quero ser teu, e teu somente

Que futuro terá esse amor, não sei
E talvez só Deus saiba seu destino
Resta-me a certeza de que lutarei
Pela vida feliz que hoje descortino

Mas se esse amor não merecer a esperada reciprocidade
E se Deus não permitir - ad argumentandum - que se eternize
Que eu mereça pelo menos como consolo e por piedade
Tê-la, uma vez que seja, pra que meu sonho se concretize





  • poesia com registro de autoria
  • imagem copiada do google (titularidade desconhecida)
  • música de fundo:Over the Rainbow (Kenny G)


Luiz Henrique Noronha
Enviado por Luiz Henrique Noronha em 26/05/2009
Reeditado em 09/07/2009
Código do texto: T1615016


Comentários

Sobre o autor
Luiz Henrique Noronha
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 65 anos
401 textos (34233 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 25/09/20 21:22)
Luiz Henrique Noronha