Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Aos Amigos, o Vinho...

E o vinho veio,
E o coração estava no meio,
Amor...
Sei que mentir é feio,
Sei que há tensão,
Há muito que falar
Há o meu e o seu coração
Há muito o que se tentar.

E o vinho se foi,
E deixamos tudo mais pra depois,
Amor...
Sabíamos que era tarde,
Mas a gente também sabia
Que aquele fogo que arde,
Mansinho, mansinho
Aquele calor que alivia,
Que esquenta nossas tardes
Era mais que uma paixão à toa.

E o vinho voltou a ser a uva,
Foi colhido, foi provado,
Comemos o fruto do nosso pecado
E em êxtase nos deitamos
Com prazer sussurramos
E nos deixamos ficar, lado a lado

Ali, no limite da noite e do dia
Sob o vinhedo da nossa alegria
Deixamos o mundo de fora
A tristeza foi-se embora
E produzimos a melhor safra
O que há de melhor em garrafas
E saímos a vender pelo mundo!

Amor, hoje simbólico estou
Seja vinho, seja uva, seja flor
Seja até o suco dessa fruta
Que essa seja a nossa conduta
Que esse seja o remédio pra dor

E os amigos, reunidos na mesa
Confirmando a nossa certeza
Eles a nossa maior vivência
Demos graças à experiência!
Odemilson Louzada Junior
Enviado por Odemilson Louzada Junior em 05/06/2009
Reeditado em 05/06/2009
Código do texto: T1633466
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Odemilson Louzada Junior
Niterói - Rio de Janeiro - Brasil, 45 anos
299 textos (14056 leituras)
1 áudios (33 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 13/11/19 06:57)
Odemilson Louzada Junior