Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
COISA MUITO ESTRANHA
NALDOVELHO

É como se fosse água
a jorrar da fonte,
a matar minha sede,
a refrescar minha alma.

É como se fosse música
a penetrar em minha mente,
a percorrer o meu corpo,
e a acalmar meus sentidos.

É como se fosse um sonho
a jorrar feito água,
a envolver como música,
e a acariciar como a brisa.

É alguma coisa muito estranha
a tomar conta do meu mundo,
a remexer em minhas coisas,
e a tomar conta do meu ser.

É a mão da mulher amada
em meu corpo, em meus cabelos,
a saciar meus anseios.

NALDOVELHO
Enviado por NALDOVELHO em 08/06/2009
Código do texto: T1639042

Copyright © 2009. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre o autor
NALDOVELHO
Niterói - Rio de Janeiro - Brasil, 70 anos
461 textos (22885 leituras)
10 áudios (1192 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 26/09/20 09:54)
NALDOVELHO