Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Mar da Solidão

Minha alma não se cansa
De ser doce criança
De querer você

Sou tola e louca
Pois quem ama
Sabe o que é sofrer

No beijo o sabor e o desejo
No cheiro a essência e o ar
Na pele o toque e o beijo
A lágrima no rosto a brotar

No mar um doce desejo
De ver você retornar
Quem sabe a nado e ou de veleiro
No mar quero te encontar
Tatiane Frambach
Enviado por Tatiane Frambach em 19/06/2006
Código do texto: T178646

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre a autora
Tatiane Frambach
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
83 textos (3616 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 30/03/20 13:22)
Tatiane Frambach