Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ODE AOS AMANTES


Amor, nos dê um bem que seja bom e amigo,
Conjugue ele tempo qualquer intransitivo,
Pela estrada do amar e do querer...

Que junto corra quando o vento for contrário,
Fundo respire lá no fundo do armário
Quando for outro um louco sonho acontecer...

Que flores mande mas não diga nunca o nome,
Que se sacie mas que nunca perca a fome,
Aos gritos morra mas que seja de prazer...

Que a chave deixe sempre embaixo do carpete,
Um às no amor, às vezes seja um valete,
Que abra as portas do mais casto coração...

O almoço faça bem gostoso aos amigos,
Todos que aqui estão também serão contigo,
Seja na sala, na cozinha ou no porão...

Feitos revele e noves fora os negativos,
O amor tem membros carinhosos, prestativos,
Que alto erguem o desejo e a paixão...

E a todos que amam para sempre e nesse instante,
Amemos juntos nessa ode aos amantes
E celebremos sem pudor e com tesão.


Preto Moreno
Preto Moreno
Enviado por Preto Moreno em 23/06/2006
Reeditado em 23/06/2006
Código do texto: T180941


Comentários

Sobre o autor
Preto Moreno
São José do Rio Preto - São Paulo - Brasil
9228 textos (124914 leituras)
23 áudios (516 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/03/21 21:46)