Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Grãos de Areia


Na solidão dos dias vou vivendo, sobrevivendo
pego a areia do mar vejo a caindo pelos vão dos dedos
assim como a esperança dos encantos das noites de luar,
de ver o romantismo sonhado voltarem a serem realidade.
Ah! Meu Deus não queria ter acordado deste sonho lindo

É duro ver a insensibilidade, não sentir o amor nas palavras,
sentir o desprezo em uma despedida, em um beijo
queria ter o poder das fadas, tocar o coração das pessoas
mostrando como é bom amar, como é bonito ver o amor
florescer em um botão de flor entregue ao ser amado

O amor que guia minha alma, é sentimento perdido no tempo,
tema de ficção, novelas, filmes e poesias
a frieza da vida me espanta, me assusta, destrói por dentro
não quero esse mundo pra mim, ele é feio, corroí a vida,
a essência do viver

Feito de sentimentos, hoje cansado, envelhecido pelo tempo
pareço perdendo as forças para lutar por um sorriso,
abrindo a mão vejo que um pouco de areia restou,
esperança para uma alma romântica, cheia de amor,
de ver o amor germinar, perpetuando nos corações sonhadores.
JR Cruz
Enviado por JR Cruz em 08/07/2006
Reeditado em 21/09/2013
Código do texto: T190001
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre o autor
JR Cruz
Antônio Martins - Rio Grande do Norte - Brasil, 59 anos
294 textos (32357 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/03/21 21:48)
JR Cruz