Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Assim



 

E quando a energia que você sentia se esvai

Deixando somente a solidão?

Se parece com quando você vai embora

E não dá nem ao menos um tchau

Singularidades físicas e emocionais do amor...

 

Que nem sempre se traduz em dor

Que não precisa de ardor pra se sentir

Que acontece claro às escuras

Que insiste em brincar de sério

 

Difícil é viciar no teu cheiro e não mais te querer

Padecer no teu colo macio e não mais te querer

Sentir tua boca como que uma garoa fina,

Daquelas que tocam gostoso a pele, e não mais te querer...

Não poder te ter mais para todo o sempre

 

Como num acordar de um sonho bom

Como aquela brisa suave numa noite de verão

É com essa brevidade que não te sinto mais

Comigo, assim, pertencendo a nós.

Chico Piancó Neto
Enviado por Chico Piancó Neto em 19/07/2006
Código do texto: T197577


Comentários

Sobre o autor
Chico Piancó Neto
Fortaleza - Ceará - Brasil, 42 anos
140 textos (5505 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/03/21 13:02)
Chico Piancó Neto