Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Maviosidade

Não é que te amar tenha me transformado,
ao dizer que não mais sou a mesma pessoa,
desde que meus sonhos habita, meu amado,
veio a meus pés a aurora que canções entoa!

Bem como a  névoa nua enovelada me bole
e transfigura toda a solidão cheia de vozes,
mais que a saparia seresteira com sua prole,
fico ao pé da fogueira d’estrelas em êxtases!

Não eu, o mundo metamorfoseou-se todo,
desde que o achei dentro de ti segredando
que até a doce rosa morta em botão brotou
quando o nosso beijo o amor perfeito selou!

Assim é que tranças alvas da lua cobriram
nossa nudez frugal no ritual dos amantes,
em ardência muito maior que outros amaram,
encantando corpos e auras reslumbrantes!

Santos-SP-01/12/2006
Inês Marucci
Enviado por Inês Marucci em 01/12/2006
Código do texto: T307073
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Inês Marucci
Santos - São Paulo - Brasil, 55 anos
584 textos (23698 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/12/17 00:40)
Inês Marucci