Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Coisa de pele/Cosas de la piel

COISA DE PELE

Guida Linhares

 

 

São essas coisas de pele

que a todos fascinam,

na hora derradeira.

 

Imaginam-se perfumes

espalhados pela atmosfera,

ardente da alcova.

 

Sensações táteis,

prazer compartilhado,

sensibilidade à flor da pele.

 

Um sopro de amor,

palavras sussuradas no ouvido,

um vendaval de paixões.

 

A varrer para o espaço,

tudo o que de ruim exista,

e naquele sublime momento...

 

só a emoção a dois dividida,

atravessando os corpos em fogo,

numa entrega sem medidas.

 

Santos, SP

01/12/06


COSAS DE LA PIEL
Guida Linhares
Versión de J. Martin

 
Son esas cosas de la piel

que a todos fascinan,

en la hora final.

 

Se imaginan perfumes

esparcidos por la atmósfera

ardiente de la alcoba.

 

Sensaciones táctiles,

placer compartido,

sensibilidad a flor de piel.

 

Un soplo de amor,

palabras susurradas al oído,

un vendaval de pasiones.

 

Expulsando hacia el espacio

todo lo que de nocivo exista,

y en aquel sublime momento...

 

sólo la emoción compartida entre los dos,

atravesando los cuerpos incendiados,

en una entrega sin medida.

 
Madrid/Espanha

01/12/06

 

Respeite os direitos autorais.

Guida Linhares
Enviado por Guida Linhares em 02/12/2006
Reeditado em 03/12/2006
Código do texto: T307251
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Guida Linhares
Santos - São Paulo - Brasil, 71 anos
1989 textos (163691 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/12/17 21:12)
Guida Linhares

Site do Escritor